PBE Edifica

Etiqueta para edificações eficientes.
Uma ferramenta importante na tomada de decisão

Sabe aquela etiqueta que classifica o consumo de energia dos eletrodomésticos e carros?

Ela também existe para edificações.

Aplicado única e exclusivamente no Brasil, o PBE Edifica faz parte do Programa Brasileiro de Etiquetagem.

É uma etiqueta de eficiência energética que foca em ajudar os empreendimentos a consumir menos energia.

Essa etiqueta pode ajudar seu empreendimento a:

  • Ajudar a bater as metas ESG (Environmental, Social and Governance) da sua empresa…
  • Promover uma economia significativa reduzindo despesas e desperdícios…
  • Ser uma edificação mais eficiente energeticamente

A primeira edificação residencial no Brasil a receber o Selo Procel

Foi o caso do prédio residencial Oscar Ibirapuera da Trisul, localizado em São Paulo, que obteve economia de energia de 18% em relação à média de mercado (nível D do PBE Edifica).


As principais alterações foram:

–  Aumento no percentual de ventilação das janelas e implantação do sistema de aquecimento de água a gás.

Desta forma, a edificação recebeu a Etiqueta PBE Edifica Nível A, se tornando a primeira edificação residencial no Brasil a receber o Selo Procel.

Com relação ao edifício Corporativo do Oscar Ibirapuera, a economia de energia foi ainda maior, chegando a 21% de redução anual. 

Com esta economia, este prédio, além de ganhar a Etiqueta A de eficiência energética, ainda recebeu o Selo Procel, comprovando que é uma das melhores edificações da categoria com relação a economia de energia.

Mas afinal, o que é a etiqueta PBE EDIFICA?

O PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem) é o programa que “abraça” todas as etiquetas do Brasil.

Ele busca tornar as informações sobre eficiência energética ainda mais conhecidas – e, claro, avaliar o desempenho de edificações.

As etiquetas evidenciam se um equipamento ou empreendimento estão atendendo alguns pré-requisitos e seguindo normas e regulamentos técnicos. Cada etiqueta tem uma função específica, mas sempre irá se basear no pressuposto de desempenho.

Em vários países a etiquetagem é obrigatória para todas as edificações. No Brasil, desde agosto de 2014, a Etiquetagem de Edificações tornou-se obrigatória em alguns edifícios, como o da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional – tanto para edificações novas quanto para reforma.

Como funciona a etiqueta PBE EDIFICA?

As etiquetas podem ser obtidas para:

  • Edificações comerciais, de serviços e públicas – a chamada INI-C
  • Edificações residenciais – ou INI-R – sendo que existem três tipos: i) unidades habitacionais autônomas (casas ou apartamentos); e ii) áreas de uso comum

O que é avaliado em cada uma?

No INI-C

  • Envoltória (a “casca” da edificação)
  • Condicionamento de ar
  • Iluminação

No INI-R

  • Envoltória  (a “casca” da edificação)
  • Sistema de aquecimento de água
  • Geração Local de Energia Renovável
  • Emissões de Dióxido de Carbono
  • Uso Racional de água (de caráter informativo)
  • Sistemas presentes nas áreas comuns dos edifícios multifamiliares, como iluminação, elevadores, bombas e motores, sistema de condicionamento de ar e aquecimento de água.

Quanto custa e como fazer para obter a etiqueta PBE Edifica?

A etiqueta é concedida em duas etapas:

Primeiro, é feita uma Inspeção de Projeto da Edificação e;
em seguida, uma Inspeção da Edificação Construída, após a conclusão da construção do edifício.

Um projeto pode ser avaliado pelo método simplificado ou pelo método da simulação nos edifícios comerciais, de serviços e públicos e simplificado, prescritivo e simulação nos edifícios residenciais, enquanto o edifício construído é avaliado através de inspeção in loco.

É importante lembrar que edifícios já construídos podem ser etiquetados, mas a primeira Inspeção de Projeto será feita a partir do projeto as built, e depois a Inspeção do Edifício Construído.


O empreendedor deve considerar dois custos: 1) o custo de contratação de uma consultoria para acompanhar e gerenciar todo o processo e 2) o custo das taxas de certificação, pagas em reais, diretamente ao OIA – Organismo de Inspeção Acreditado (OIA’s existentes no Brasil são: http://www.inmetro.gov.br/organismos/resultado_consulta.asp).

Nossa metodologia: garantia de bons resultados

Há 10 anos, a Ares é referência em reunir quem entende para ajudar seu empreendimento a se adequar, passo-a-passo, às mais exigentes certificações do setor.

Montamos um time de profissionais extremamente especializado para ajudar em absolutamente todas as etapas da obtenção do certificado para que sua empresa não tenha nenhum problema.

Desde uma criteriosa análise na definição e tipologia do empreendimento, passando pelo acompanhamento, orçamento e aquisição de sistemas, equipamentos e materiais com especificações exigidas pela certificação.

Além disso, damos total suporte na parte de registros e documentos,  análise dos projetos, se aplicável, conforme as normas admissíveis a eles;

Com uma metodologia base bem definida, adaptamos cada etapa à realidade de cada cliente.

Você delega para quem já faz isso há anos - e não precisa se preocupar mais.

Alguns de nossos clientes e parceiros