Certificação EDGE

Monitoramento com tecnologia inteligente adaptado à realidade do Brasil

Benefícios

Redução em, no mínimo, 20% em energia, água e energia incorporada nos materiais

Análise em software e em tempo real de cada estratégia adotada em projeto para verificar a eficiência das iniciativas

Desenvolvimento eficiente de projetos por meio de um software que absorve simultaneamente as três categorias de análise

Reconhecimento internacional

Quer tornar suas edificações mais sustentáveis?

Como funciona a certificação EDGE?

A EDGE possui três níveis de certificação: certificação EDGE, EDGE avançado e Zero Carbon. A classificação varia conforme os requisitos:

Nível 1: Certificação EDGE

20% ou mais de economia em energia, água e energia incorporada nos materiais

Nível 2: EDGE Avaçado

Certificado EDGE com 40% ou mais nas economias em energia local

0 %

Nível 3: Zero Carbon

EDGE avançado com 100% de energias renováveis no local ou fora do local, ou compensação de carbono adquirida para alcançar 100%. Todo o uso de energia deve ser contabilizado, incluíndo diesel e GLP. 

0 %
0 %

Mas afinal, o que é a certificação EDGE?

A EDGE (Excelência em Design para Maior Eficiência) é uma certificação internacional recém-chegada no Brasil – e com custos bem mais acessíveis. 

 

Criada pela IFC (International Finance Corporation), ela responde a uma necessidade crescente: ter edifícios mais eficientes.

Mas como assim, mais eficientes?

Em termos de recursos (economia de água, energia e materiais) e, claro, numa perspectiva mais macro, a mitigação das mudanças climáticas.

E como isso é possível?

Todo o monitoramento é feito com base em análise de dados e tecnologia inteligente

 

Um software responsável por todos os cálculos de desempenho faz tudo de maneira totalmente online.

O EDGE funciona com um sistema baseado em nuvem.

Com ele, é possível calcular os custos – e as melhores formas de criar uma estrutura sustentável. O mecanismo utiliza um avançado estudo de climas e custos baseados nos vários países.

Lançada em julho de 2014, a certificação EDGE recebeu financiamento inicial da SECO (Secretaria de Estado de Assuntos Econômicos da Suíça) e atualmente é financiada pelo Governo do Reino Unido, com outros países como doadores adicionais.

São eles: Áustria, Canadá, Dinamarca, Finlândia, Hungria e Japão.

Além disso, uma rede global de especialistas em questões ambientais como o GEF (Global Environment Facility) e o ESMAP (Energy Sector Management Assistance Program) também participam como financiadores da iniciativa.

Quais são as tipologias da certificação EDGE?

A certificação EDGE possui oito tipologias, que consideram as diferentes necessidades para cada tipo de empreendimento: 

  • Armazéns;
  • Comércios;
  • Escolas;
  • Escritórios;
  • Hospitais;
  • Hotéis; 
  • Indústrias leves;
  • Residências.

É possível obter a certificação tanto para novas construções como para construções existentes e reformas.

Certifique sua edificação com a EDGE!

Como fazer para obter a certificação EDGE?

As certificações seguem um passo-a-passo criterioso. E você pode contar com a ajuda do nosso time em todos eles.1) Primeiro, é feita uma Definição da tipologia a ser adotada;

2) Depois é feito o Registro do projeto no aplicativo EDGE.3) Partimos para Submeter os arquivos do projeto. O  consultor, responsável pelo processo de certificação, deve submeter os projetos na plataforma EDGE. Nesta etapa, se atingida a economia de 20% em projeto nas três áreas, é possível emitir o certificado EDGE preliminar para divulgar a eficiência energética da edificação.

4) Auditoria Projeto. Após o envio da documentação da etapa de projeto, o Auditor EDGE analisará a documentação e, estando tudo certo, recomendará a emissão do Certificado EDGE Preliminar.

5) Partimos para Submeter os arquivos de obra, com as comprovações de uso dos equipamentos/materiais especificados em projeto.

5) Auditoria Pós Obra. Após o envio da documentação da etapa de construção, o Auditor EDGE analisará a documentação, fará uma inspeção na edificação e, se necessário, solicitará esclarecimentos ou informações adicionais. 

6) Certificação: Após a conclusão da análise documental e aprovação do Auditor EDGE, é divulgado o resultado das análises e emitido o certificado EDGE final.

Quanto custa?

Os custos da certificação variam de acordo com a tipologia, a área construída e a complexidade de cada edificação. O empreendedor deve considerar três custos: o custo de contratação de uma consultoria para acompanhar e gerenciar todo o processo de certificação, o custo de um auditor independente para verificar a pertinência dos dados preenchidos na Plataforma EDGE e verificar conformidade da edificação construída, além do custo das taxas de certificação. (valores tabelados – confira em Custos EDGE). 

Nossa metodologia: garantia de bons resultados

Pode parecer muita coisa, sabemos.

As certificações e etiquetas são processos bastante completos – o que pode assustar as empresas em um primeiro momento. 

Há 10 anos, a Ares Sustentabilidade é referência em reunir quem entende para ajudar seu empreendimento a se adequar, passo-a-passo, às mais exigentes certificações do setor.

Montamos um time de profissionais extremamente especializado para ajudar em absolutamente todas as etapas da obtenção do certificado para que sua empresa não tenha nenhum problema.

Desde uma criteriosa análise na definição e concepção do projeto, passando pelo acompanhamento in loco da obra, além de total o suporte na parte de registro e documentação

Com uma metodologia base bem definida, adaptamos as etapas de cada certificação à realidade de cada cliente. 

Você delega para quem já faz isso há anos - e não precisa se preocupar mais.

Alguns de nossos clientes e parceiros